Anuncie

Deputados da Bahia aprovam “Dia do Orgulho Hétero”, criado por pastor ex-gay


Na última quarta-feira (20), a Comissão de Constituição e Justiça, da Assembleia Legislativa da Bahia, aprovou um projeto de lei que aprova o Dia Estadual do Orgulho Heterossexual.

O autor do projeto é o deputado Pastor Isidório, do PSC, que é famoso por se intitular ex-gay e que vive fazendo críticas às pautas LGBT. Na proposta dele, a data comemorativa ocorreria sempre no terceiro domingo de Dezembro.

“Estamos na vigência da semana dessa data muito importante que visa entre outros fatos valorizar a preservação da espécie humana, acabando assim com qualquer tipo de discriminação contra os heterossexuais. Além de sublimar a livre manifestação das famílias, daqueles que respeitam as opções sexuais de quem quer que seja, mas querem deixar claro a sua opção e não irão se envergonhar dela: HOMEM + MULHER = FILHOS”, disse através de sua assessoria de comunicação.

 

26 dez 2017


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Segundo delegada, Matheusa foi “julgada” antes de ser morta por traficantes

Segundo delegada, Matheusa foi “julgada” antes de ser morta por traficantes

em LGBTFOBIA

A intolerância fez mais uma vítima na comunidade LGBT.

Principais empresas japonesas voltam seus olhos para os consumidores LGBT COMPARTILHE!

Principais empresas japonesas voltam seus olhos para os consumidores LGBT COMPARTILHE!

em Atitude

Os principais varejistas e fabricantes do Japão estão começando a prestar mais atenção em consumidores que se identificam como LGBT

Dois estados norte-americanos aprovam projetos-lei de adoção anti-L

Dois estados norte-americanos aprovam projetos-lei de adoção anti-L

em LGBTFOBIA

Os estados norte-americanos do Kansas e de Oklahoma aprovaram, entre quinta e sexta-feira, legislações que permitem às agências de adoção religiosas não entregar crianças a casais do mesmo sexo.

Grupo LGBT quer entrar com mandado de segurança contra reforma no Arouche

Grupo LGBT quer entrar com mandado de segurança contra reforma no Arouche

em Política

A intervenção foi aprovada nos órgãos de patrimônio municipal e estadual.

Anuncie